RenovaBio é aprovado no Senado e segue para a sanção de Temer, que sempre apoiou o programa

Como era esperado pelo setor produtivo, o RenovaBio não sofreu maiores resistências para ser aprovado no Senado nesta terça (12). Agora, o Projeto de Lei da Política Nacional do Biocombustível vai para a sanção presidencial, que desde o início apoiou o desenvolvimento dos estudos de viabilidade. Portanto, pode-se dizer que a nova política para o setor do etanol e do biodiesel - da descarbonização ao aumento da produção - já está valendo “oficialmente”, o que não se descarta a possibilidade de algum veto.

Ver na íntegra

Fonte:Notícias Agrícolas/Reuters

|

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede